Tecnologia intensifica captura de energia solar

solar-sunflower

 

Um empresa suíça pretende revolucionar o mercado de energia solar. A Airlight Energy, empresa suíça, pretende revolucionar o mercado de energia solar. Ela desenvolveu um novo formato para captura de energia gerada pelo Sol, a Sunflower – um estrutura com 36 painéis solares arranjados em forma de girassol.                                                            

A estrutura foi desenvolvida em parceria com a IBM Research, de Zurique, Suíça. Segundo as empresas, o design é capaz de intensificar a captura de energia. Com ele, o Sol é transformado em cerca de 5.000 sóis. Combinando energia fotovoltaica* e termal, a Solar Sunflower permite uma eficiência de 80% na produção de energia. Além disso, os 36 painéis são feitos de alumínio, material mais barato do que os outros.                                                    

Para o resfriamento, a Airlight usa uma tecnologia aplicada pela IBM para diminuir a temperatura de seus supercomputadores: água. A temperatura é transferida da Solar Sunflower para a água. Essa água, então, é usada para outras finalidades. O resultado da tecnologia é uma produção alta de energia. São 12 kW de energia fotovoltaica (além de 21 kW de energia termal usada para outros fins). Mas ainda assim a Solar Sunflower tem seus problemas.                             

Uma estrutura é capaz de produzir energia para sustentar apenas algumas poucas casas. Essa energia só pode ser capturada durante o dia, e precisa de bastante incidência de luz. Outro empecilho é o custo. A Airlight e a IBM não revelam quanto custa a produção de cada estrutura – no momento é difícil prever se produzir em larga escala é possível.

*Energia fotovoltaica é a energia elétrica produzida a partir de luz solar, e pode ser produzida mesmo em dias nublados ou chuvosos. Quanto maior for a radiação solar maior será a quantidade de eletricidade produzida.

 

Fonte da imagem e Fonte: www.exame.abril.com.br

, ,