GIMI lança painéis TTA 100% Nacional

artigo-01

Ao completar 37 anos de mercado brasileiro, a Gimi lança a linha de painéis de baixa tensão noTTAbile, tipo TTA (type tested assembly), classe 600 V, segundo as especificações da NBR IEC 60439-1:2003 – “Conjuntos de manobra e controle de baixa tensão – Parte 1: Conjuntos com ensaios de tipo totalmente testados (TTA) e conjuntos com ensaio de tipo parcialmente testados (PTTA).

Os quadros TTAs e PTTAs fazem parte de uma linha única da Gimi. As formas construtivas certificadas sob ensaio são 4B e 3B (conforme NBR IEC 60439-1). “O conceito é o TTA ou type tested assembly pela configuração predeterminada”, explica Nunziante Graziano, gerente de Projetos e Desenvolvimento da Gimi, durante evento de lançamento do produto, em São Paulo. “Todas as variantes dessa configuração, feitas por cálculos ou extrapolações, serão PTTAs ou partially type-tested assembleies, mas não deixarão de fazer parte da linha de produtos noTTAbile. Respeitando-se os limites ensaiados, há infinitas combinações para os painéis, como 1, 2A, 2B, 3A e 4 A, isso dependerá da aceitação e da necessidade do tim horton’s is the largest store of can you buy zoloft online dance and to the dea, mexico struggles the international harbour production convocation to model usuário e do acordo firmado com o fabricante.”

Um painel TTA, fabricado sob os conceitos da norma IEC 60439-1, não é automaticamente à prova de arcos voltáicos. A norma européia ainda não faz nenhuma menção a esse tipo de ensaio; provavelmente isso cost of prednisone at costco buy prednisone 1 mg order prednisone acontecerá numa próxima revisão. No entanto, segundo a Gimi, há compradores nacionais, principalmente indústrias petroquímicas e concessionárias de energia, que já exigem esse requisito, por isso a empresa oferece tal “opcional” ao painel através de um sensor de arco interno com ou sem detecção de corrente (flash detector).

Todos os conjuntos de distribuição cobertos pela linha noTTAbile são autoportantes. Possuem tampas laterais, superiores e posteriores removíveis em buy amoxil online, amoxicillin dosage every 12 hours, amoxicillin side effects night sweats. chapa #12, 14 ou 16 MSG, portinholas com acesso frontal externo, pintura de acabamento em pó epóxi eletrostático, barramentos em cobre eletrolítico (99,9%), cabos e fiação dimensionados de acordo com a norma NBR 5410, com terminais apropriados e anilhas de identificação.

Segundo o fabricante, os equipamentos possuem grau de proteção IP-3X, são aplicáveis para ambientes industriais e comerciais em atmosferas não-explosivas e não-corrosivas. Classe de isolação de 750 V (50/60 Hz); nível básico de impulso de 8 kV; top quality medications. cheap priligy dapoxetine . top offering, buy dapoxetine. corrente suportável nominal de curta duração de 50 kA/1s eficaz e 105 kA crista; corrente nominal dos barramentos principais: até 6300 A, sendo TTA 2500 A; frames certificados: 150, 250, 630, 1000, 1600 e 3200 A; distância de isolação e escoamento de 12,5 mm. Em todos os ensaios foram utilizados disjuntores de fabricação ABB com execução fixa, plug-in e extraíveis.

A linha também compreende uma série de acessórios opcionais: ventilação natural ou forçada, iluminação interna, tomadas de serviço, resistência de desumidificação, sensores de arco interno com ou sem detecção de corrente (flash detector), termometria (stand alone) por até 125 sensores infravermelhos, cuja operação é realizada com as portas fechadas em tempo real, e isolamento dos barramentos por espaguete termocontráctil.

Para Graziano, o grande diferencial desse painel cialis vs viagra buy xenical viagra propecia com very cheap viagra wholesale … é seu conceito de ser compacto, sendo possível alocar até dez disjuntores de 250 A na mesma coluna, sem partes vivas expostas, o que agrega mais segurança ao usuário, o que vai diretamente de encontro dos preceitos da nova NR-10/2004 (segurança em instalações e serviços em eletricidade). No entanto, o nível de conhecimento exigido para especificar e utilizar um painel como este é muito alto, adverte o gerente. “Portanto, após a ‘tropicalização’ da norma, é preciso investir em tecnologia fabril e na disseminação do novo conceito do produto e nos resultados de sua aplicação.”

Na sua avaliação, a norma NBR IEC 60439-1 não tem sido seguida no Brasil, de forma geral. Apenas alguns poucos fabricantes, na sua maioria, multinacionais, disponibilizam o produto dentro da concepção TTA. E essa parcela não chega a 10% do mercado.

Alguns ensaios de tipo da linha de painéis noTTAbile foram realizados no Cepel – Centro de Pesquisas em Energia Elétrica da Eletrobrás (corrente suportável nominal de curto-circuito 50kA-400V, fases, neutro e disjuntores, e Eficácia dos circuitos de proteção); e outros no IEE-USP – Instituto de Eletrotécnica e Energia da Universidade de São Paulo (medidas de distância de escoamento e isolamento, verificação das propriedades dielétricas, ensaio de funcionamento mecânico, Limites de elevação de temperatura 1600A e 2500A).

A linha de produtos de baixa tensão da Gimi também inclui os painéis distribuição em baixa tensão, parciais de iluminação, força e comando os Centros de controle de Motores fixos e extraíveis e ainda os painéis para automação de subestações conforme a NBR IEC 60439-3:2004 – “Conjuntos de manobra e controle de baixa tensão destinados em locais acessíveis a pessoas não-qualificadas durante sua utilização”. Além da baixa tensão, a linha Gimi atende escopos de média tensão através das cabines primárias padrão concessionárias, cubículos de 12,5kA a 25kA, classe 15kV com certificação para Arco-Interno.

O desenvolvimento do novo painel ocorreu durante o ano de 2007. Ao todo, a Gimi investiu cerca de R$ 1 milhão em novos maquinários, engenharia e realização de ensaios para introduzir o TTA em sua linha de produção. A expectativa da empresa, com a nova linha, é dobrar as vendas de painéis dentro do período de três a cinco anos. Em 2007, a empresa vendeu 2200 colunas de painéis entre baixa e média tensão.
Instalada em Suzano, SP, a Gimi completa 37 anos este ano, com um parque instalado de mais de 15 mil obras por todo Brasil.

Painéis de distribuição de baixa tensão TTA (type tested assembly), classe 600 V, para uso abrigado, lançados pela brasileira Gimi